Pages

Labels

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

O poder do Abraço


Nós do blog estamos tentando com novas e diferentes postagens juntar as animações com músicas e sensações reais dos humanos que são expressas e externadas de maneiras diferentes.
Hoje resolvemos postar uma animação sobre o ABRAÇO.

Abraço é coisa séria. Alguns abraços são iguais a dizer Oi! Outros abraços mostram que somos educados. Certos abraços servem para falar ‘sou solícito’. Uns aparecem com desejos e vontades pelo corpo do outro somente. Os (talvez) verdadeiros falam quero estar com você.
O abraço é de extrema importância para todas as pessoas pois todos que o recebem sempre ficam mais animados, mas parece que o cotidiano está fazendo todos esquecerem como é give e receive a HUG.
Com ele conseguimos expressar as mais belas e sinceras sensações e emoções... Com ele conseguimos desafogar do peito um cuidado exagerado e sufocante pela ausência de algo...
Com ele torna-se fácil comunicar com a  respiração e aperto as palavras estava com saudade de você my darling friend... Mas o que a amiga diria ao sweet friend??
Com ele é possível dizer: que bom que você voltou...
Com ele é possível criar e imaginar animações que embalem as vidas de crianças sonhadoras, adolescentes tristes, jovens sonhadores, adultos reformadores (de si mesmos) e idosos ‘ensinantes’...
Com ele é possível dizer: vá e volte se precisar pois estarei aqui quando necessitar...
Com ele é possível sentir as palavras que bom que você existe...
Com ele é possível dizer: VOCÊ É LIVRE

Com ele é possível sentir as notas e melodias da Op. 11 Romance for piano and violin de Dvorak:

Mas se você caríssimo leitor do nosso blog for daqueles que preferem outro estilo musical – bem legal também – pra expressar o sentido e importância do abraço verdadeiro que rever a animação e depois ouvir a canção “Dentro de um abraço” do Jota Quest?!? Fica a dica.


domingo, 4 de setembro de 2016

Aquarela e sentimento

                                                              Dados técnicos:                                            
                                                              Aquarela 
                                                              Diretor André Koogan Breitman, Andrés Lieban
                                                              Ano 2003
                                                              País:  Brasil
Um caderno ou as folhas soltas sempre carregam sentimentos vividos por uma pessoa em determinadas situações e, talvez, quando olharmos para as linhas ou cores do papel que tal tentarmos enxergar o que eles nos transmitem além do aparente vazio?... As cores amarelas podem ser o tempo passado cujas letras se gastaram como determinadas crenças ou aventuras, quem saberá?? Cores brancas podem ser a esperança – já ansiosa – de receber a tato de uma caneta para começarem uma conversa e assim os primeiros registros e confissões, esperar assim vale a pena. As linhas estreitam  tentam modelar a forma correta como as letras devem ser feitas, ou melhor, carregadas de uma beleza padrão para que todos entendam, mas e as pessoas cujas letras são ‘disformes’ ou ‘feias’ mas a alma carregada de uma beleza e forte sentimento incontidos no próprio corpo? Muitas vezes o movimento ‘torto’ da mão não anda no mesmo ritmo do olhar  brilhante de quem escreve, mas o mais importante acontece: a mensagem sai e chega.
Quem escreve mesmo ‘disformando’ o padrão do alfabeto pode carregar em seu espírito e corpo  outras letras como as dos instrumentos musicais ao dedilhar cordas e tirar claves, colcheias, semicolcheias etc. Sim, tirar pois para conseguir dar vida (som) ao que está no papel  e fazê-las se mover é preciso talento escolhido. E quem nos escolhe para a vida?
Navegar sempre seguindo as ondas do mar para chegar em locais diferentes com a mesma vontade da partida e pensar: quanta coisa conhecer... Composição musical boa também é louvor a amizade entre quem escreve e quem registra e pode ser num caderno ou na parede da alma (ou memória) ou numa tela. Depende ou do compositor.
E a música aproxima, une, envolve - e tem voz de despedida – e não precisa vir do saxofone mas de um caminhar manso, elegante, altivo, direto e determinado em busca de outra coisa que envolve como uma melodia: um abraço.    
Então fica assim: com letra torta, com música sensível, com olhar brilhante, com cabelo esvoaçante, com andar..., com dedos longos que faz o desenho que a música pede, com sorriso docê..., com perfume envolvente – natural de amigos -,com muros quebrados, com viagens e sonhos...dá pra fazer uma aquarela sim!!! Uma aquarela com som de saxofone e flauta docê, cores de tempos diferentes, abraços envolventes, toques carinhosos, leves toques, olhares ternos, sentimentos ‘eternos’, brilhos das almas, colcheias e semicolcheias da transpiração. 

sábado, 23 de julho de 2016

O Dia da Amizade – Homenagem

            Essa animação é  muito legal e celebra (homenageia) uma das estações do ano. E como todas as homenagens este blog resolveu olhar para a AMIZADE (mesmo as mais estranhas).
Imaginamos que o autor (desconhecido) que resolveu falar de um tipo de amizade teve um pouco de inspiração em Vivaldi e outro pouco na bela música "Wild Child" (da cantora Enya), mas quem sabe...?


Pode ter sido no embalo dessas músicas que esse autor (desconhecido) escreveu as palavras abaixo que encontramos nos excertos destacados que agora compartilhamos:
"A amizade tem  QUATRO ESTAÇÕES e elas preenchem e estão presentes em cada momento seguindo seus próprios ritmos.
Essa linguagem veio chegando lentamente, morosa, expansiva e envolvente – outro idioma é assim – que foi tirando aquela robustez da alma e amolecendo nossos EUS  para o novo.
O olhar do amigo ou amiga é assim meio sonhador e descritivo.
Às vezes as ondas que se quebram no corpo são como as chibatadas na alma dadas pelo(a) amigo(a) que marcam profundamente pois vem com lâminas de carinho, cuidado, singeleza, respeito...
Assim como o outono a amizade nesse tempo tem sua face, sabor, cheiro e cor...É, acho que a amizade tem perfume. Hum... acho que a amizade tem som, com notas agressivas e violentas mas inspiradoras que nos avisam que é hora  de mudarmos, de não falarmos, de ouvirmos e de respeitarmos e um dia nos separarmos.
Se na vida  não existir a amizade, o cuidar, o querer bem, o ajudar, de que vale querer sentir o coração do outro?
Only time" 

Mas quem preferir somente o olhar do cinema de animação falando da amizade assista a animação muito legal que deixamos abaixo.

domingo, 19 de junho de 2016

The Death Penalty

Dados técnicos: 

Direção: Pleix 
Produção: Stink Ltd.
País: Reino Unido/United Kingdom 
Ano: 2010 
Duração: 00:01:00 


A pena de morte 

A Anistia Internacional incentiva a abolição da pena de morte. 
Amnesty International calls for the abolition of the death penalty.
Think with you: were you tired with the violence? Then watch the movie… 

Don't Go.

Dados técnicos: 

Diretor: Turgut Akacik 
Produtor: Ahu Gunaydin 
País: Turquia 
Ano: 2010 
Duração: 04:01 


Não vá 

Existem coisas que você não pode ver, mesmo com os olhos bem abertos. Muitas vezes, são os melhores amigos de um gato. There are things you can not see even with your eyes wide open. Often these are a cat’s best friends. 

(Fonte: Catálogo Animamundi 2012, p. 70)